LAUDO E ART PARA REFORMAS

 

 

 

LAUDO DE REFORMA

      O laudo de reforma é um documento exigido em todas as reformas dentro de condomínios, sejam os condomínios residenciais ou comerciais. A norma que estabelece esta obrigatoriedade é a ABNT NBR 16.280:2015, que entrou em vigor após uma série de acidentes ocorridos em São Paulo e Rio de Janeiro nos entre os anos de 2011 a 2013.

     Os acidentes foram causados por diversos motivos, entre eles reformas que não seguiam padrões técnicos de segurança para edificação, o que levou ao desabamento de edifícios causando diversas fatalidades.

         Em alguns municípios a apresentação do plano de reforma, como a norma chama, já obrigatório por lei, podendo ser aplicado multa ao condômino ou gestor predial que não aderir a regra.

 

QUANDO DEVO CONTRATAR UM ENGENHEIRO

Toda reforma em condomínio deve ser contratada um engenheiro, são poucas as excessões de serviços que não exigem o acompanhamento técnico de um profissional.

 

QUEM É O RESPONSÁVEL POR FISCALIZAR

O responsável legal pelo condomínio, mais conhecido como síndico, é o responsável por verificar o início, execução e término das obras.

 

Quando o síndico não possui conhecimento técnico suficiente para analisar as documentações exigidas ele deve delegar essa função para um engenheiro que atuará como preposto do condomínio, atendendo toda demanda de solicitação de autorização de reforma do condomínio.

 

O síndico que não respeita o rito descrito na NBR 16.280 está sujeito a responder civil e criminalmente em caso de infurtúnios ocorridos durante o período de obras.

Meu título

Serviços que se aplicam ao Laudo de Reforma

  • Troca de pisos e revestimentos;
  • Remoção de janelas e portas;
  • Instalação e manutenção de envidraçamento de sacadas;
  • Instalação de aparelhos de ar condicionado;
  • Instalação de banheiras e ofurôs;
  • Perfuração de laje, vigas e pilares com ou sem ferramenta de impacto;
  • Remoção de paredes e elementos estruturais;
  • Modificações que comprometam a estrutura do imóvel.
  • Instalação ou reforma de equipamentos industrializados;
  • Reforma do sistema hidrossanitário;
  • Manutenção nonsistema elétrico;
    • Reforma ou instalação de equipamentos de prevenção e combate a incêndio;
  • Troca de Instalações elétricas;
  • Instalações ou manutenção de tubulações de gás;
  • Reforma ou instalação de aparelhos de dados e comunicação;
  • Reforma ou instalação de aparelhos de automação;
  • Instalação de qualquer componente à edificação, não previsto no projeto original ou em desacordo com o manual de uso, operação e manutenção do edifício ou memorial descritivo;
  • Alterações que possam interferir na integridade ou na proteção mecânica;
  • Alteração no sistema de vedação que interfira na integridade ou altere a disposição original;
  • Alterações no sistema ou adequação para instalação de esquadrias ou fachada-cortina e seus componentes;